Pesquisa

Não existem registos

Não existem registos

Não existem registos

Dor de Cabeça. Enxaqueca

 

A enxaqueca é um tipo de dor de cabeça que tende a afetar apenas um lado da cabeça. A dor habitualmente é pulsátil, intensa ou moderada, pode provocar náuseas e vómitos e é recorrente. A luz e os ruídos habitualmente agravam-na.

 

Pode ser desencadeada por coisas tão banais como a alteração dos horários de dormir, a falta ou excesso de sono, o cansaço, a menstruação, as alterações atmosféricas, a ansiedade ou o stress, determinados alimentos (queijos fermentados, iogurtes, fiambres, salsichas, chocolate ou pratos muito condimentados), bebidas alcoólicas (vinho) ou medicamentos (anticoncecionais).

 

Em algumas pessoas, antes da dor, aparecem sintomas, chamados aura, que avisam que vai chegar a dor de cabeça:

 

  • Manchas negras, linhas em zigzag, ou luzes que piscam nos olhos.
  • Perda de visão num olho.
  • Formigueiros.
  • Falta de força num braço.

 

Não se conhece bem qual é a causa da enxaqueca, ainda que muitas vezes possa ser hereditária. Afeta mais as mulheres e os jovens. As crianças também podem ter enxaqueca.

 

Para diagnosticar este tipo de dor de cabeça, não é necessário fazer análises ou radiografias.

 

Dor de Cabeça. Enxaqueca

 

 

O que deve fazer?

 

  • Para prevenir a enxaqueca, procure detetar se alguma das causas mencionadas anteriormente pode produzi-la e evite-as.
    • Durma com um horário regular.
    • Habitue-se a fazer exercício físico: de 30 a 40 minutos, de 4 a 6 vezes por semana (andar, nadar, andar de bicicleta).
    • Tente diminuir o seu stress diário.
  • Quando tiver a crise de enxaqueca, tome os medicamentos como o seu médico indicou. Faça-o assim que notar que a dor de cabeça vai começar. Também pode ajudar se descansar num quarto tranquilo, sem luz. Não abuse dos medicamentos: podem provocar mais enxaquecas ou dor de cabeça diária.

 

Dor de Cabeça. Enxaqueca

 

 

Quando consultar o seu médico de família?

 

  • Quando os medicamentos que toma não forem eficazes, ou tenha que os usar muitas vezes, ou se as características da dor se alterarem.
  • Se a dor de cabeça se acompanhar de febre.

 

 

Excerto do Guia Prático de Saúde - da semFYC (Sociedad Española de Medicina de Familia y Comunitaria)

Traduzido e adaptado pela APMGF (Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar), julho 2013.