Pesquisa

Não existem registos

Não existem registos

Não existem registos

Dor de garganta

 

A dor de garganta é muito frequente. Pode ter muitas causas; a mais habitual é uma infeção por vírus (como o da constipação) que por vezes produz corrimento nasal, tosse e, às vezes, alguma febre. A maioria cura-se em 7-10 dias. Nestes casos o tratamento de eleição é sintomático, já que nas infeções por vírus os antibióticos não estão recomendados.

 

Outro caso é o da amigdalite, faringoamigdalite aguda ou "anginas", que é produzida por uma bactéria (estreptococos).

 

Pode começar mais bruscamente e, além da dor, há febre elevada, dor de cabeça e ao deglutir saliva. Aparecem placas de pus na garganta e caroços (gânglios) no pescoço. Não se associa a tosse, nem a corrimento nasal (ou apenas em reduzida quantidade).

 

Fumar, beber álcool, respirar ar contaminado, algumas alergias, forçar a voz, respirar habitualmente pela boca e ainda o refluxo dos ácidos do estômago, também são situações que podem provocar dor de garganta.

 

Dor de Garganta

 

 

O que deve fazer?

 

  • Pode usar paracetamol para a febre ou dor, nas doses que o seu médico lhe recomenda habitualmente. Não use aspirina nas crianças.
  • Não fume.
  • Faça gargarejos com água com sal (1 colher de sal por copo de água).
  • Tome ou ofereça às crianças abundantes líquidos.
  • Chupe caramelos sem açúcar, mas evite que as crianças o façam, dado o risco de engasgamento.
  • Lave com frequência as mãos, tape a boca ao tossir ou ao espirrar, para evitar o contágio. Evite coçar os olhos.
  • Os vapores e vaporizações (humidificador) podem aliviar ou prevenir algumas irritações da garganta causadas pela respiração de ar seco com a boca aberta.
  • Se o médico lhe receitar antibióticos, mesmo que se encontre bem ao 2º-3º dia, é muito importante cumprir o tratamento até ao final para evitar as recaídas e as complicações.
  • As crianças podem regressar às aulas ou ao infantário 24 horas depois de deixar de ter febre ou de ter iniciado os antibióticos.

 

Dor de Garganta

 

 

Quando consultar o seu médico de família?

 

  • Se tem febre superior a 38,5ººC, pus na garganta, gânglios dolorosos no pescoço ou dor intensa ao engolir.
  • Se a criança tem «anginas» com frequência (mais de 4 vezes por ano). Em raras situações é necessário operar.
  • Se aparecerem manchas na pele.

 

 

Excerto do Guia Prático de Saúde - da semFYC (Sociedad Española de Medicina de Familia y Comunitaria)

Traduzido e adaptado pela APMGF (Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar), julho 2013.