Pesquisa

Não existem registos

Não existem registos

Não existem registos

Hepatite Aguda

 

Hepatite significa inflamação do fígado. A principal causa é uma infeção por vírus, mas também pode ser provocada pela toma excessiva de álcool e inclusivamente de alguns medicamentos. Chama-se aguda quando a hepatite se cura antes dos 6 meses.

 

Se for ligeira, pode não dar queixas e só se descobre quando faz análises ao sangue. Se é mais intensa pode dar sintomas de fadiga, febre, dor muscular, náuseas, cólicas intestinais, cor amarelada na pele (icterícia), urina escura e fezes esbranquiçadas. Normalmente é uma doença benigna, mas é necessário algum tempo para se tratar. Deverá fazer análises: transaminases e serologia.

 

 

O que deve fazer?

 

  • Faça repouso durante umas semanas, mas não é necessário que se mantenha na cama. Enquanto as análises não estiverem completamente bem, pode começar a fazer, progressivamente, alguma atividade física. Não deve fazer desporto até ficar completamente curado. Mesmo que tenham desaparecido as queixas é normal que as transaminases se mantenham elevadas durante algum tempo.
  • Faça uma dieta normal. Pode acontecer que de início as gorduras lhe tragam algum mal-estar; evite-as. Nos primeiros dias sentir-se-á melhor se comer fruta, massas e arroz. Se não tem muita fome coma várias vezes por dia, em pequenas quantidades de cada vez.
  • Não há necessidade de deixar de comer alguns alimentos em especial (chocolate, leite, ovos), se se sentir bem.
  • Evite beber álcool, até que fique curado.
  • Verifique com o seu médico a medicação que está a fazer.

 

Hepatite A

 

  • A causa mais frequente de contágio é a ingestão de água ou alimentos (por exemplo moluscos crus) contaminados. O risco aumenta com viagens a países pouco desenvolvidos ou por contacto com outros meninos em creches e nas escolas.
  • Para evitar contrair esta doença:
    • Evite os alimentos crus, as frutas que não se podem descascar, a água e os sumos não engarrafados. Nos países em vias de desenvolvimento, evite beber água da torneira mesmo nos hotéis de luxo; recebem água da rede geral.
  • Se tiver contraído a doença:
    • Tome banho frequentemente e tenha especial cuidado em lavar as mãos com sabão e água muito quente principalmente depois de ir ao WC e antes de comer ou preparar os alimentos, mudar uma fralda ou os lençóis sujos.
    • Não partilhe talheres, escova de dentes, etc. durante mais ou menos 15 dias.
  • Esta doença cura-se, quase sempre, sem deixar sequelas, no final de algumas semanas. Em alguns casos devem vacinar-se os familiares ou companheiros.

 

 

 

Hepatite B

 

  • Só pode contagiar-se se tiver relações sexuais, partilhar seringas ou contactar com sangue de pessoas infetadas, se lhe tratarem feridas ou se fizer tatuagens ou colocar piercings com material contaminado.
  • Numa pequena percentagem de pessoas pode tornar-se crónica.
  • Existe uma vacina eficaz, atualmente fazendo parte do Plano Nacional de Vacinação.

 

Hepatite B

 

Hepatite C

 

  • As causas mais frequentes de contágio da hepatite C são partilha de seringas ou contacto com feridas em pessoas infetadas, tatuagens ou piercings realizados com material contaminado. Também pode ser por inalação de drogas (cocaína ou crack). Antes de 1992 e como não havia uma técnica eficaz para detetar o vírus este podia ser transmitido por transfusão de sangue ou por transplante de órgãos.
  • A transmissão sexual do vírus da hepatite C é muito pouco frequente.
  • Por vezes deve ser tratada com medicamentos.
  • Pode tornar-se crónica mais frequentemente do que a hepatite B.
  • Se tem o vírus da hepatite B ou C além das medidas de higiene referidas para a hepatite A deve ter em conta as seguintes recomendações:
    • Limpe todas as manchas de sangue com um desinfetante (álcool a 90ºº).
    • Não partilhe agulhas, lâminas de barbear, corta-unhas ou escovas de dentes.
    • Utilize o preservativo em todas as relações sexuais, até que o médico lhe diga o contrário.
    • Proteja as suas feridas com pensos, para evitar contagiar as outras pessoas.
    • Se tem uma hepatite crónica, informe sempre os profissionais de saúde antes que lhe tirem sangue ou tratem feridas.

 

 

Quando consultar o seu médico de família?

 

  • Se vomita persistentemente
  • Se tem febre alta ou se lhe incha o abdómen.
  • Se está muito enfraquecido.
  • Se mantém queixas depois de 3 semanas após o início do tratamento.
  • Se pensa que alguém da sua família está infetado.

 

 

Excerto do Guia Prático de Saúde - da semFYC (Sociedad Española de Medicina de Familia y Comunitaria)

Traduzido e adaptado pela APMGF (Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar), julho 2013.