Pesquisa

Não existem registos

Não existem registos

Não existem registos

Oxiúros

 

Os oxiúros são parasitas, com o aspeto de pequenos filamentos brancos de 0,5-1 cm de comprimento que vivem no intestino. São muito frequentes nas crianças.

 

O contágio faz-se pelos ovos através das mãos, dos alimentos, da água, nas piscinas e principalmente em casa, nas camas e casa de banho. Passam de mão em mão quando se partilham brinquedos e roupa, no banho e também quando se sacodem os lençóis. Por isso transmitem-se muito facilmente aos membros da família.

 

Não existe relação entre comer guloseimas e o aparecimento de oxiúros.

 

Os oxiúros depositam os seus ovos durante a noite nas margens do ânus e por isso uma das queixas frequentes é o prurido no ânus, principalmente durante a noite. Também pode acontecer que a criança tenha dificuldade em adormecer, acorde muitas vezes e tenha pesadelos. Pode provocar irritação nos genitais e nas meninas pode aparecer também um pouco de corrimento. Não é claro que provoque dor de intestinos, falta de apetite, cansaço, anemia, ranger dos dentes ou que seja o motivo da criança não engordar.

 

Oxiúros

 

 

O que deve fazer?

 

  • Se tem comichão no ânus pode confirmar se tem oxiúros examinando a criança 2-3 horas depois de ter adormecido.
  • Se não os vê mas a criança tem comichão, consulte o seu médico para saber se é preciso fazer algum tipo de análises.
  • O tratamento (um único comprimido ou ampola) é simples e eficaz e é necessário repeti-lo passados 15 dias.
  • É conveniente que todos os elementos da família façam o tratamento, mesmo que não tenham sintomas.

 

 

Como evitar que contagie ou que volte a ficar infetado

 

  • Faça com que o seu filho lave muito bem as mãos e as unhas antes de comer e depois de ir à casa de banho. Corte as unhas muito curtinhas pois os ovos podem acumular-se aí. Evite que chuche no dedo e roa as unhas.
  • Lave com água quente a roupa do seu filho, o pijama, toalhas e a roupa de cama no primeiro dia que tomar a medicação. Evite sacudi-la. Não é necessário esterilizar os brinquedos, desinfetar os móveis, lavar as cortinas ou as almofadas.
  • É melhor que a criança use um pijama; assim será mais difícil tocar-se com os dedos e também que as lombrigas se espalhem pelos lençóis.
  • Passados 3 dias de tomar o medicamento, lave o seu filho todas as manhãs, enxugando a zona do ânus.
  • Não há motivo para alterar as refeições. Pode leva-lo à escola. Uma vez tratado não há necessidade de evitar o contacto com outras crianças.

 

 

Quando consultar o seu médico de família?

 

  • Se tiver comichão persistente na zona do ânus ou se continuar a ver os oxiúros. Informe o seu médico sobre o número de pessoas que vivem em casa.
  • Se a comichão não melhora ou se agrava com o tratamento.
  • Se as lombrigas são diferentes: mais compridas, mais largas ou achatadas.

 

 

Excerto do Guia Prático de Saúde - da semFYC (Sociedad Española de Medicina de Familia y Comunitaria)

Traduzido e adaptado pela APMGF (Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar), julho 2013.