Pesquisa

Não existem registos

Não existem registos

Não existem registos

Prevenção da Osteoporose

 

Quando os ossos perdem demasiado cálcio desenvolve-se osteoporose. Então, ficam mais frágeis e podem partir-se com maior facilidade.

 

É mais frequente depois da menopausa, sobretudo se esta for precoce (antes dos 45 anos) e nos idosos. Um dos fatores determinantes é ter tido durante muitos anos uma dieta pobre em cálcio. Ter familiares com osteoporose, hábitos tabágicos, beber muito álcool, ser magro e não fazer exercício aumentam também o risco de sofrer de osteoporose.

 

É entre os 20 e os 39 anos que o osso é mais duro e resistente. A partir daí o osso começa, naturalmente, a perder densidade e resistência.

 

A osteoporose também pode ser devida a determinadas doenças ou à toma durante muito tempo de alguns medicamentos como corticóides ou anticoagulantes.

 

O verdadeiro problema da osteoporose é a fratura. A osteoporose só produz sintomas quando há fraturas. Os ossos que se partem mais facilmente quando há falta de cálcio são os ossos da anca, as vértebras e os punhos.

 

Em determinados casos podem utilizar-se fármacos para prevenir a osteoporose e as fraturas secundárias a este problema.

 

Prevenção da Osteoporose

 

 

O que deve fazer?

 

  • Tomar a quantidade de cálcio necessária segundo a sua idade e sexo. Entre os 1-10 anos de idade deve tomar 600-1000 mg de cálcio por dia. Entre os 11-24 anos, assim como durante a gravidez, o aleitamento e a pós-menopausa, de 1000 a 1500 mg. Os adultos e os idosos, entre 800-1000 mg por dia.
  • Na dieta habitual, o leite e os produtos lácteos (queijo, iogurte e outros derivados) são as melhores fontes de cálcio. Também são ricos em cálcio os cereais, as verduras, os frutos secos e o peixe (ver a tabela).
  • Por exemplo: 2 copos de leite, 1 iogurte, 50 g de queijo, 1 prato de legumes e uma mão cheia de frutos secos têm, no total, cerca de 1100 mg de cálcio.
  • Apanhe sol cerca de 15 minutos por dia, para que a sua pele produza vitamina D, que é essencial para a absorção de cálcio no intestino.
  • Quando a dieta habitual não tem o aporte de cálcio necessário e/ou não há exposição solar, deve consultar o seu médico. É possível que tenha de recorrer a suplementos de cálcio e vitamina D.
  • Mantenha-se ativo. Os ossos, se não forem usados, «perdem-se», portanto é fundamental o exercício físico habitual: caminhar, subir e descer escadas, ginástica de manutenção, dança. Evite os exercícios que incluam saltos ou movimentos bruscos.
  • Melhore o seu estilo de vida. É importante deixar de fumar e moderar o consumo de bebidas alcoólicas e café.

 

 

Quando deve consultar o seu médico de família?

 

  • Se não consumir diariamente leite ou derivados.
  • Se a menopausa tiver sido muito precoce ou tiver familiares com osteoporose.
  • Se notar perda de altura ou aumento da curvatura da coluna.

 

 

Excerto do Guia Prático de Saúde - da semFYC (Sociedad Española de Medicina de Familia y Comunitaria)

Traduzido e adaptado pela APMGF (Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar), julho 2013.