Pesquisa

Não existem registos

Não existem registos

Não existem registos

Que fazer perante um ferimento na cabeça

 

Os traumatismos cranianos (pancadas na cabeça) são frequentes em quedas casuais e acidentes de viação ou desportivos.

 

Apesar da maioria das pessoas recuperar sem problemas, em algumas situações as consequências podem ser graves (hematomas cerebrais, fraturas cranianas), sobretudo se a vítima for idosa ou se o ferimento na cabeça tiver sido por um acidente grave.

 

Depois duma pancada na cabeça pode acontecer um traumatismo simples, ou haver perda de conhecimento, dor de cabeça, perda de memória, enjoos, zumbidos nos ouvidos, náuseas e vómitos, dificuldade de concentração e cansaço. Alguns destes sintomas podem persistir durante semanas.

 

Que fazer perante um ferimento na cabeça

 

 

O que deve fazer?

 

Permaneça em repouso uns instantes; é normal que esteja enjoado ou atordoado. Se o ferimento foi muito forte ou se se continua a queixar depois de umas horas, recorra ao centro de saúde mais próximo.

 

  • Se a vítima não se pode mexer ou está inconsciente, peça ajuda médica urgente pelo telefone 112.
  • Se pode mexer-se, coloque-se ou coloque a vítima num lugar seguro, se se tratar de um acidente de viação.
    • Não tente retirar o capacete, se se tratar de um motociclista ou dum ciclista acidentado
    • Procure não mexer o pescoço, já que pode agravar uma eventual lesão na coluna.
    • Se houver uma ferida sangrante, deve pressionar com uma toalha ou um pano limpo durante 5 minutos. Se não houver ferida mas o ferimento foi violento, pode aplicar um pouco de gelo envolto num pano.
    • Se a vítima vomitar, deve deitá-lo sobre o seu lado direito com cuidado para não mexer o pescoço.
  • Se a pessoa deixar de respirar, deverá iniciar medidas de reanimação cardiopulmonar (respiração boca-a-boca e massagem cardíaca). Não se esqueça que não pode mexer o pescoço. Para abrir a boca puxe a mandíbula na sua direção.
  • Se tiver alta do centro de saúde e o traumatismo tiver sido violento, siga estas instruções durante as primeiras 24 horas:
    • Permaneça no seu domicílio, vigiado por uma pessoa, faça repouso e evite ruídos e luzes intensas.
    • Se tiver dor de cabeça, pode tomar paracetamol (500 - 1000 mg cada 6-8 horas).
    • Coma alimentos leves, de preferência líquidos, e não se esforce a comer se não tiver apetite. É preferível não ingerir álcool durante este período.
    • Pode dormir, mas deve ser acordado a cada 3 horas.

 

 

Quando consultar o seu médico de família?

 

Quer tenha ido ou não ao médico, deve consultar o seu médico ou recorrer ao hospital se apresentar algum dos seguintes sintomas:

  • Perda de conhecimento.
  • Sonolência exagerada ou dificuldade em despertar.
  • Dor de cabeça persistente ou dor e rigidez do pescoço.
  • Vómitos súbitos repetidos.
  • Irritabilidade ou alteração do comportamento.
  • Dificuldade a falar ou exprimir-se.
  • Alterações da visão ou tamanho das pupilas claramente diferente.
  • Perda de força em algum membro.
  • Convulsões.
  • Andar de forma estranha ou desequilíbrio
  • Outro sintoma que o preocupe.

 

 

Excerto do Guia Prático de Saúde - da semFYC (Sociedad Española de Medicina de Familia y Comunitaria)

Traduzido e adaptado pela APMGF (Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar), julho 2013.