Pesquisa

Não existem registos

Não existem registos

Não existem registos

Prevenção de doenças de transmissão sexual. Sexo seguro

 

Uma doença de transmissão sexual é uma infeção que se transmite de uma pessoa infetada a outra pessoa através de uma relação sexual.

 

Muitas vezes apresentam-se como uma secreção anormal (corrimento mucoso ou purulento) pela vagina ou pénis que pode acompanhar-se de picadas ou sensação de queimadura genital. Em outras ocasiões apresentam-se como úlceras genitais ou verrugas, enquanto outras vezes a infeção consiste no aparecimento de parasitas como piolhos ou sarna. Tenha em mente que algumas doenças que afetam o organismo, como a hepatite ou a SIDA, podem transmitir-se por via sexual.

 

A maioria destas doenças transmite-se por contacto direto com uma úlcera ou lesão nos genitais ou na boca. No entanto, alguns micróbios podem viver nos líquidos corporais sem causar uma lesão visível e podem transmitir-se a outra pessoa durante o sexo oral, anal ou vaginal.

 

Prevenção de doenças de transmissão sexual. Sexo seguro

 

 

O que deve fazer?

 

  • Há que conhecer os riscos e as consequências das relações sexuais: doenças de transmissão sexual, gravidez não desejada e abusos sexuais.
  • Evite o álcool e as drogas. Se está sob o seu efeito, pode não tomar medidas de proteção adequadas.
  • Quanto mais parceiros sexuais você ou o seu companheiro tiverem, maior será o risco de contrair uma doença de transmissão sexual. Como medida de precaução, use sempre preservativo. As práticas sexuais mais inseguras são o coito anal ou vaginal sem preservativo.
  • O preservativo deve usar-se de forma correta:
    • Use preservativos de látex e observe a data de validade antes de usá-los.
    • Use um preservativo novo de cada vez que tenha relações sexuais.
    • Ponha o preservativo quando o pénis estiver ereto e antes de qualquer contacto genital. Deixe um espaço vazio na ponta do preservativo para recolher o sémen.
    • Deve desenrolar o preservativo até à base do pénis.
    • Se o preservativo se romper durante o coito, deve retirar-se imediatamente e colocar um preservativo novo.
    • Depois da ejaculação, a base do preservativo deve segurar-se enquanto se retira o pénis.
    • Os preservativos devem guardar-se em lugar fresco e seco, longe da luz solar.

 

 

Quando consultar o seu médico de família?

 

  • Se pensa que pode ter estado exposto a uma doença de transmissão sexual, consulte o seu médico mesmo que não tenha sintomas. Também se você ou o seu parceiro apresentam úlceras, verrugas, comichão ou picadas na zona genital ou se observa secreção anormal pela vagina ou pénis.
  • Se está grávida e o seu parceiro teve ou pode ter uma doença de transmissão sexual, informe o seu médico.

 

 

Excerto do Guia Prático de Saúde - da semFYC (Sociedad Española de Medicina de Familia y Comunitaria)

Traduzido e adaptado pela APMGF (Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar), julho 2013.