Pesquisa

Não existem registos

Não existem registos

Não existem registos

Rinite e conjuntivite alérgica

 

É a inflamação da mucosa nasal e da conjuntiva dos olhos como consequência de uma alergia a pólenes (de plantas, árvores e arbustos), ácaros (pó doméstico) ou outras partículas que se encontram no ambiente (por exemplo pêlo de animais).

 

Pode aparecer em qualquer momento da vida, no entanto geralmente começa a partir dos 5 a 6 anos e tende a diminuir a sintomatologia a partir dos 40 anos de idade. Pode aparecer só na Primavera ou durante todo o ano. Pode haver mais casos na família.

 

Os sintomas da rinite alérgica são similares aos de uma constipação comum, mas:

 

  • Pode durar mais de 8-10 dias.
  • O muco nasal é sempre líquido e transparente.
  • São frequentes os espirros seguidos.
  • Existe comichão no nariz e no palato (céu da boca). As crianças costumam esfregar o nariz para aliviar a comichão, o que se conhece pelo nome de «a saudação do alérgico».
  • Por vezes pode ser acompanhada de tosse, causada pelas secreções que escorrem pela garganta. A conjuntivite alérgica produz vermelhidão nos olhos, comichão, lacrimejo e inclusivamente dor. As crianças podem ter olheiras.

 

Rinite e conjuntivite alérgica

 

 

O que deve fazer?

 

  • Evite a causa da sua alergia, se a conhecer.
  • Se tem alergia aos ácaros:
  • Limpeza extrema em casa: evite o pó. Use o aspirador (existem filtros específicos), bem como coberturas de colchão anti-ácaros. Retire, se necessário, carpetes, tapetes e cortinas, especialmente na sua habitação.
  • Se tem alergia aos pólenes:
    • Evite as idas ao campo, principalmente nos dias ventosos e soalheiros.
    • Se tem conjuntivite, use óculos de sol.
    • Feche a janela de casa, depois de ter realizado a limpeza do dia.
    • Nos colchões, use filtros de pólen e feche as janelas.
  • Se tem alergia a pêlo de animais: evite a presença de animais de estimação no domicílio.
  • Os colírios com medicamentos anti-histamínicos ou com corticóides melhoram os sintomas oculares, ainda que possam causar ardor transitório no olho. Quando os colocar, evite usar lentes de contacto. Os colírios de lágrimas artificiais também podem aliviar a comichão e diminuir o inchaço. No entanto antes de os usar experimente utilizar toalhas com água fria sobre os olhos para aliviar o desconforto. Para aliviar os sintomas nasais, experimente as soluções de lavagem nasal com água e sal ou soro fisiológico para descongestionar o nariz.
  • Os anti-histamínicos orais aliviam também os sintomas. Normalmente, aconselha-se a sua toma à noite. Evite o álcool e aumente o cuidado se conduz ou se manipula máquinas perigosas.
  • Em alguns casos o médico pode aconselhar-lhe a administração de algum tipo de vacina, ainda que a sua eficácia seja baixa.

 

Rinite e conjuntivite alérgica

 

 

Quando consultar o seu médico de família?

 

  • Se apesar das medidas preventivas e da medicação indicada pelo seu médico, não melhora.
  • Se as secreções deixam de ser transparentes e líquidas e se não melhorar com as lavagens nasais.
  • Se aparecer febre ou muco espesso e dor de cabeça.
  • Se nota fadiga ou falta de ar.

 

 

Excerto do Guia Prático de Saúde - da semFYC (Sociedad Española de Medicina de Familia y Comunitaria)

Traduzido e adaptado pela APMGF (Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar), julho 2013.