Pesquisa

Não existem registos

Não existem registos

Não existem registos

Análises ao sangue – recomendações

 

O seu Médico de Família pediu-lhe análises ao sangue. Para que os resultados sejas corretos, deve seguir certas regras.

 

Análises ao sangue – recomendações

 

 

O que deve fazer?

 

  • Mantenha os seus costumes e a sua alimentação. Não os altere nos dias antes de fazer as análises sem que o seu Médico indique o contrário;
  • Normalmente as análises ao sangue devem fazer-se em jejum. Como são feitas de manhã, deve acabar de jantar/cear às 21 h. A partir dessa hora não deve comer, podendo beber água e tomar os medicamentos necessários;
  • Se é diabético e toma comprimidos para diminuir a glicémia ou faz insulina, deve perguntar ao seu Médico se deve continuar o tratamento estando em jejum;
  • Não deve fumar antes de fazer análises;
  • No dia das análises, chegue à hora indicada ao local. É importante que vá calmo. Vista-se com roupas com mangas e punhos largos. Não se esqueça de levar o cartão de saúde/cartão de utente/cartão único e as credenciais ou pedido de análises;
  • Antes da colheita, informe o/a enfermeiro/a se tem «más veias». Às vezes são precisas várias tentativas;
  • Se tem tendência para ficar tonto/nauseado, deve avisar antes da colheita e pode levar um acompanhante. Se se sentir tonto depois da colheita, diga e não se levante. Fazer-se de forte poderá trazer-lhe problemas;
  • Depois da colheita deve fazer pressão sobre o local da punção durante 5-10 minutos com algodão ou compressa, para evitar hemorragia ou o aparecimento de hematomas. Deverá manter um penso durante algumas horas;
  • Deverão informá-lo de quando pode levantar os resultados. Habitualmente, estes devem ser entregues ao Médico que solicitou as análises;
  • Os Laboratórios garantem uma confidencialidade absoluta sobre os resultados.

 

Análises ao sangue – recomendações

 

 

Quando consultar o seu médico de família?

 

  • Se tem análises recentes (médico do trabalho ou outras especialidades médicas);
  • Se esteve doente e está a fazer medicação que o seu médico desconhece;
  • Se tem uma doença crónica que requer controlo periódico, pergunte ao seu médico com que frequência deverá fazer essas análises. Seja também responsável por fazê-las.

 

 

Excerto do Guia Prático de Saúde - da semFYC (Sociedad Española de Medicina de Familia y Comunitaria)

Traduzido e adaptado pela APMGF (Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar), julho 2013.