Pesquisa

Não existem registos

Não existem registos

Não existem registos

Tumor Maligno do Cólon e Reto

 

Tumor Maligno do Cólon e Reto

 

Faça o Rastreio do Cancro do Cólon e Reto.

 

 

O que é o cólon?

 

O intestino grosso é formado pelo cólon e o reto que fazem parte do aparelho digestivo. O cólon mede cerca de 1,5 metros e é constituído por cólon ascendente, transverso, descendente, sigmóide e reto. No cólon são extraídos e absorvidos essencialmente água e ainda alguns nutrientes necessários ao organismo.

 

Tumos maligno do cólon e reto

 

 

Como surge o cancro?

 

Os casos de cancro do cólon e reto desenvolvem-se, quase na totalidade, a partir de um pólipo benigno – adenoma. No entanto, só 1 pólipo em cada 10 pólipos é que dá origem a cancro do cólon e do reto.

 

Tumos maligno do cólon e reto

 

 

Sabia que…

 

O cancro do cólon e reto é o mais frequente na população geral, enquanto que o cancro da mama é o mais frequente na mulher e o da próstata é o mais comum no homem.

 

 

Fatores de risco

 

  • O risco de desenvolver cancro colon-retal é quase semelhante se for homem ou mulher.
  • Aumenta com a idade a partir dos 50 anos e atinge o máximo entre os 60 e 70 anos.
  • Alimentação desequilibrada: alimentação rica em gorduras e pobre em frutas e vegetais.
  • Fumar, Obesidade, Pouca atividade física.
  • Doenças inflamatórias do intestino: pessoas com história de doenças inflamatórias no intestino como Doença de Crohn, colite ulcerosa ou polipose adenomatose familiar.

 

 

Diagnóstico do cancro cólon e do reto

 

  • Pesquisa de sangue oculto nas fezes - exame que permite a deteção precoce de cancro do cólon pela pesquisa de sangue nas fezes. Um resultado positivo indica que o doente tem uma hemorragia no trato gastrointestinal e por isso deve realizar colonoscopia. Esta perda de sangue pode ser provocada por úlceras, divertículos, pólipos, doença intestinal inflamatória, hemorroidas ou tumores benignos ou malignos.

 

  • Colonoscopia Total - exame realizado com um aparelho flexível que se introduz pelo ânus e permite a observação de todo o intestino grosso. Através deste exame é possível realizar biópsias e retirar algumas lesões.

 

 

Como prevenir a evolução para Cancro?

 

O cancro do cólon e do reto pode ser evitado pela identificação e remoção dos pólipos que precedem o cancro (os adenomas), a qual é efetuada durante a colonoscopia.

 

 

Sintomas de alerta

 

  • Alteração dos hábitos intestinais – prisão de ventre ou diarreia.
  • Perda de sangue pelo reto / ânus ou misturado nas fezes.
  • Desconforto abdominal generalizado (cólicas, inchaço, enfartamento ou sensação que o intestino não funciona)
  • Perda de peso não justificada.

 

Se não tem sintomas, mas tem entre 50 e 74 anos, deve fazer o rastreio.

 

 

Como pode prevenir?

 

  • Reduzir o consumo de carnes vermelhas
  • Dieta rica em fibras
  • Evitar o consumo de álcool e tabaco

 

 

Rastreio do Cancro do Cólon e Reto panfleto

Rastreio do Cancro do Cólon e Reto cartaz