Pesquisa

Não existem registos

Não existem registos

Não existem registos

Tumor Maligno do Pulmão

 

Tumor Maligno do Pulmão

 

Previna o Cancro do Pulmão. Deixe de Fumar.

 

 

No seu estado normal as células do pulmão crescem e dividem-se em novas células. Quando as células do pulmão normais envelhecem ou são danificadas, morrem naturalmente.

 

Quando as células perdem este mecanismo de controlo e sofrem alterações não morrem, e produzem novas células de forma descontrolada, resultando na formação de um cancro.

 

Ao contrário das células normais, as células de cancro do pulmão não respeitam as fronteiras do órgão podendo invadir os tecidos circundantes e disseminar a outras partes do organismo. A este processo dá-se o nome de metastização.

 

O cancro do pulmão tem sido o tumor mais frequente do mundo. Em Portugal e na cidade do Porto a sua incidência é muito elevada.

 

O tabagismo é o principal fator de risco de cancro do pulmão. Entre 80 a 90% dos doentes com cancro do pulmão fumam ou já fumaram.

 

O envelhecimento é também um fator de risco.

 

Exposição no trabalho a substancias que podem estar associadas a causar cancro também é considerado fator de risco.

 

 

Prevenção

 

A prevenção do cancro do pulmão passa fundamentalmente pela adoção de hábitos saudáveis, nomeadamente não fumar e evitar ambientes de fumo. É também importante estar alerta para os sintomas da doença.

 

Além de parar de fumar, é importante lembrar que as mudanças de hábitos, assim como, adotar algumas medidas para prevenir o cancro de pulmão são fundamentais:

 

  • Pare de fumar não só cigarro, mas também cachimbo, charuto, etc. Se fumou durante anos, deve ser acompanhado pelo seu médico de família periodicamente.
  • Se não fuma, evite inalar o fumo dos fumadores que o fazem junto de si.
  • Evite frequentar locais com elevados níveis de poluentes.
  • Evite a exposição a elementos como amianto, arsênico, radão e metais pesados. Se não for possível, exija medidas de segurança no trabalho.
  • Consuma grande quantidade de frutas e verduras.
  • Evite o consumo excessivo de álcool.
  • Evite a obesidade, pratique atividade física.

 

 

Sintomas de alerta

 

Os sintomas de cancro do pulmão não são exclusivos, podem aparecer noutras doenças. O facto de ter um ou mais dos sintomas aqui descritos não significa que tem cancro do pulmão. Só o médico poderá confirmar.

 

Qualquer pessoa com estes sintomas, ou quaisquer outras alterações de saúde relevantes, deve consultar o médico, para diagnosticar e tratar o problema tão cedo quanto possível.

 

No entanto deverá estar atento e consultar o seu médico se tiver os seguintes sintomas:

 

  • Tosse que não desaparece e que piora com o passar do tempo
  • Dor constante no peito
  • Tosse acompanhada de sangue
  • Falta de ar, asma ou rouquidão
  • Problemas recorrentes, com pneumonia ou bronquite
  • Inchaço do pescoço e rosto
  • Perda de apetite ou de peso
  • Fadiga

 

 

Se é um fumador habitual e quer deixar de fumar

 

Deverá realizar uma consulta com o seu médico de família que o encaminhará para a Consulta de Cessação Tabágica.