Pesquisa

Não existem registos

Não existem registos

Não existem registos

Úlceras Varicosas

 

As úlceras varicosas são feridas na pele que se formam porque as varizes reduzem o fluxo sanguíneo e a chegada de oxigénio à pele. Quando a pele recebe pouco oxigénio torna-se muito frágil rompendo-se com pequenos golpes ou fricção.

 

As mulheres são mais afetadas por varizes nas pernas. Os tornozelos e as canelas são as zonas mais sensíveis ao aparecimento de úlceras varicosas.

 

Esta folha contém conselhos para prevenir e tratar as úlceras varicosas.

 

Úlceras Varicosas

 

 

O que deve fazer?

 

Para prevenir o aparecimento de úlceras

 

  • É muito importante melhorar a circulação sanguínea das pernas. Por isso:
    • Evite roupa apertada e meias com elástico. Utilize meias especiais para varizes.
    • Evite estar parado de pé durante muito tempo ou de pernas cruzadas quando estiver sentado. Deve elevar as pernas sempre que se sentar.
    • Eleve os pés da cama cerca de 15 cm.
    • Caminhe todos os dias 1 hora, se possível. Não utilize sapatos de salto alto.
    • Mantenha a pele limpa e seca. Lave-a com água morna e sabão suave. Seque sem friccionar. Aplique creme hidratante diariamente para manter a pele hidratada.
    • Proteja as pernas e tornozelos de possíveis traumatismos e do calor.
    • Beba muitos líquidos, ingira pouco sal e alimente-se bem. Não se deixe engordar. O aumento de peso agravará as varizes e consequentemente a probabilidade de se formarem úlceras. Siga as recomendações do seu médico e enfermeiro de família.

 

Úlceras Varicosas

 

Para contribuir para a resolução da úlcera

 

  • Utilize sempre ligadura ou meia elástica. Repouse, com a perna elevada, várias vezes por dia.
  • Não esteja muito tempo seguido de pé, parado.
  • Siga as recomendações do seu médico e enfermeiro de família sobre a limpeza da úlcera.

 

 

Quando consultar o seu médico de família?

 

  • Logo no início, quando notar que a pele se fere. Atue quanto antes para evitar que a úlcera fique maior ou infete.
  • Se a úlcera tiver sinais de infeção (pus espesso; mau cheiro; pele em redor da úlcera vermelha, quente, inchada e dolorosa)
  • Se tiver febre, calafrios ou debilidade. A causa poderá ser uma infeção grave da úlcera.

 

 

Excerto do Guia Prático de Saúde - da semFYC (Sociedad Española de Medicina de Familia y Comunitaria)

Traduzido e adaptado pela APMGF (Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar), julho 2013.