Pesquisa

Ausência de suporte social

 

Ausência de suporte social

 

Evite o Isolamento. Melhore as suas Relações Familiares e Sociais.

 

O Homem é um ser essencialmente social. Necessita de comunicar e interagir com os outros de modo a assegurar a sua sobrevivência e bem-estar. Necessita de perceber que é amado e estimado e que faz parte de uma rede social que lhe permite responder às suas necessidades e o protege das situações de stress e crise, melhora a saúde mental e física.

 

O suporte social pode baixar a probabilidade de adoecer, aumentar a velocidade de recuperação e baixar o risco de mortalidade face a uma doença grave.

 

Como está a minha rede de suporte?

 

  • Sente-se satisfeito e acolhido pela família?
  • Visito ou sou visitado diariamente por familiares e amigos?
  • Participo habitualmente nas festas da família? Sou convidado para festas de vizinhos ou amigos?
  • Quantas vezes por dia ou semana contacto com vizinhos? E com amigos?
  • Em caso de urgência, tem a quem telefonar?
  • Em caso de necessidade e para além do seu agregado, mais alguém tem a chave de sua casa?
  • Quantas vezes ajudo ou sou ajudado por amigos ou vizinhos?
  • Participo em algum grupo ou associação – desportivo, cultural, religioso ou participação cívica e/ou política? Com que frequência? – todos os dias, 2 a 3 vezes por semana, ocasionalmente?
  • Faço parte de alguma rede de voluntariado? Com que frequência? – todos os dias, 2 a 3 vezes por semana, ocasionalmente?

 

Como fortalecer a sua rede de suporte?

 

O caminho faz-se caminhando, com pequenos passos poderá melhorar a sua rede de relações.

 

  • Dê o primeiro passo, telefone aos seus familiares e amigos, não espere que eles o façam;
  • Disponibilize-se para ajudar os vizinhos e amigos;
  • Visite os seus familiares e amigos com regularidade;
  • Crie e dinamize grupos de participação cívica na área da sua residência (ex. grupos de caminheiros, de leitura);
  • Participe nos eventos organizados pelas associações da sua área de residência;
  • Participe ativamente em ações de voluntariado (ex. ligas de amigos dos hospitais e centros de saúde, acompanhamento de idosos, juntas de freguesia, apoio a sem-abrigo);
  • Reforce a sua rede de suporte. Peça colaboração a familiares e amigos.

 

Se tiver dificuldades pode sempre recorrer aos nossos Assistentes Sociais.

 

Contacte a sua Unidade de Saúde.

 

Não estamos sós. Combater o isolamento social e a solidão (consulte o livro)

Não estamos sós