Pesquisa

Exercício Físico e Diabetes

 

O exercício físico é fundamental para o tratamento e prevenção da diabetes.

 

Tem efeitos muito positivos na saúde. Estimula a circulação sanguínea, melhora o rendimento do coração, ajuda a controlar a glicose no sangue, permite perder peso, diminui a pressão arterial e o colesterol e produz bem-estar físico e psíquico.

 

Convém fazer exercício de forma agradável, constante e com bom senso.

 

Diabetes: Exercício Físico

 

 

O que deve fazer?

 

  • Faça exercício diariamente, como por exemplo: caminhar com certa rapidez, dançar, subir escadas, correr (sem se cansar excessivamente), nadar, etc.
  • Para caminhar mais utilize alguns truques: caminhe em vez de usar o carro, saia do autocarro uma paragem antes, suba as escadas em vez de usar o elevador.
  • Se habitualmente não faz exercício, consulte primeiro o seu médico. Deve começar com 10 minutos diários e aumentar pouco a pouco até chegar aos 45-60 minutos por dia, pelo menos 4-5 dias por semana.
  • Se está treinado, pode fazer desportos como futebol, basquete, corrida, etc. mas deve seguir o controlo de um treinador capacitado. Não são aconselháveis desportos anaeróbios (levantamento de pesos), de alta intensidade, ou realizados num espaço curto de tempo (sprint).
  • Se não está corretamente informado, pode ter uma baixa de açúcar, a que chamamos hipoglicémia. O risco é maior se toma comprimidos para a diabetes ou se administra insulina.
  • Conselhos para evitar hipoglicémias:
    • Realize exercício 1-3 horas depois de comer.
    • Leve no bolso um pacote de açúcar, chocolate ou rebuçado para o caso de notar uma baixa de açúcar.
    • Se o exercício é intenso ou dura mais de 1 hora, deve fazer análise do açúcar no dedo no início e no fim.
    • Se antes do exercício ou ao terminar tiver menos de 100 mg/dl de glicose coma um lanche (por exemplo, uma peça de fruta ou um copo de sumo ou uma sandes pequena ou 3 bolachas).
    • Se antes do exercício tiver mais de 300 mg/dl de glicose, não faça exercício.
    • Se o exercício durar mais de 1 hora, tome outro lanche a cada hora.
    • Pode ser necessário administrar menos insulina antes de fazer exercício intenso; consulte o seu médico. Em geral, escolha o abdómen para injetar a insulina antes do exercício.
  • É recomendável levar uma identificação de que é diabético e ir acompanhado sempre que possa.
  • Beba água abundantemente e evite ter sede.
  • Use calçado cómodo e apropriado com meias grossas e sem costuras para evitar lesões da pele. Depois do exercício observe os pés. Nunca faça exercício descalço.

 

 

Quando consultar o seu médico de família?

 

  • Quando vai começar um programa de exercício, para aconselhar-se sobre o tipo, duração e necessidade de auto-controle de glicose.
  • Se durante ou depois do exercício notar enjoos, falta de ar, sudação abundante, dor no peito, ou pioria do controlo da glicose.
  • Se apresentar nos pés vermelhidão, bolhas ou feridas.

 

 

Excerto do Guia Prático de Saúde - da semFYC (Sociedad Española de Medicina de Familia y Comunitaria)

Traduzido e adaptado pela APMGF (Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar), julho 2013.