Pesquisa

Queda acidental de um dente

 

Quando as crianças começam a andar e durante a idade escolar, são as idades em que os arrancamentos acidentais de dentes são frequentes. Nos adolescentes e adultos, estes acidentes produzem-se durante a prática de desportos e em caso de acidentes de viação ou agressão.

 

Os dentes mais afetados são os superiores da frente.

 

A vitalidade de um dente desprendido depende do tempo que este passa fora do seu alojamento na boca. Se o dente for reimplantado dentro dos primeiros 30 minutos, o prognóstico é bom; se decorreram mais de 2 horas, seguramente que se perderá.

 

Queda acidental de um dente

 

 

O que deve fazer?

 

O tratamento ideal para todo o dente definitivo arrancado é que o seu médico o reimplante o mais cedo possível no lugar da lesão.

Se o reimplante imediato não for possível:

 

  • Segure o dente solto pela coroa (parte oposta à raíz)
  • Limpe a raiz cuidadosamente, sem lhe tocar com os dedos, com água ou soro fisiológico.
  • Se o dente não saiu da boca, não deve realizar-se nenhuma manobra de limpeza.
  • Leve ao médico o dente num recipiente com leite, soro fisiológico, ou saliva, por esta ordem de preferência. Se não tiver à mão leite ou soro, pode transportar o dente na boca, debaixo da língua, sempre e quando não houver perigo de o engolir ou aspirar, como é o caso das crianças pequenas ou de pessoas inconscientes.
  • Não deixe que a raiz do dente seque.

 

Pode acontecer que, depois de um ferimento na boca, o dente se mova ou se afunde num sítio e não se desprenda, é o que se chama luxação dentária. Consulte o seu médico em menos de uma hora e meia com o objetivo de este tentar colocar bem o dente.

 

Tenha em conta também que a vítima de um ferimento na boca pode ter outras lesões para além da perda de dentes. Os ferimentos na cabeça, feridas ou fraturas de ossos da face ou do crâneo requerem mais atenção.

 

 

Quando consultar o seu médico de família?

 

  • Perante toda a perda de dente por um ferimento, ou perante uma luxação dentária. Posteriormente, o seu dentista deverá realizar um tratamento definitivo. Os dentes de leite e os que estavam partidos ou tinham grandes cáries não se reimplantam, pelo que não é preciso levá-los ao médico.
  • Recorra ao seu dentista se apresentar uma fratura do dente.

 

 

Excerto do Guia Prático de Saúde - da semFYC (Sociedad Española de Medicina de Familia y Comunitaria)

Traduzido e adaptado pela APMGF (Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar), julho 2013.