Pesquisa

Obstipação crónica

 

Estar obstipado significa ter problemas para expulsar as fezes porque são muito duras. O intestino tem que fazer um grande esforço para conseguir expulsá-las. Isto pode trazer problemas graves e mais tarde hemorróidas e divertículos.

 

Chama-se obstipação crónica quando dura há mais de um ano.

 

Nem todas as pessoas têm as mesmas rotinas de defecar. Considera-se normal fazê-lo desde 3 vezes por dia até 3 vezes por semana.

 

A obstipação ocasional é frequente, principalmente nos adultos e durante a gravidez.

 

Obstipação crónica

 

 

O que deve fazer?

 

  • Beba líquidos abundantemente. Água, chá, caldos, sumos de fruta, de preferência em jejum ou antes das refeições.
  • Coma mais fibras: verduras (cruas ou cozidas), legumes, frutas com pele (ameixas, cerejas, uvas, morangos, peras, maçãs, etc.), frutas sem pele (laranjas, figos, kiwi), frutos secos, cereais integrais (pão, aveia, arroz). As ameixas e o kiwi são as melhores frutas laxantes.
  • Coma iogurte todos os dias (de preferência bio).
  • Acrescente um pouco de farelo de trigo à comida, sendo mais eficaz se o acrescentar à sopa que ao iogurte ou ao leite. A quantidade de farelo a usar dependerá da sua obstipação. Inicie polvilhando pouca quantidade sobre a comida e se a obstipação não melhorar vá então acrescentando até 4 colheres de sopa por dia.
  • Se o seu médico lhe receitar laxantes, inicie também com doses baixas. Com o farelo e com os laxantes pode ter mais gases e ter algum mal-estar no início. Convém, em ambos os casos, beber muita água.
  • Eduque o seu intestino. Não se contenha, vá ao WC quando sentir necessidade. Tente defecar sempre à mesma hora (depois do pequeno almoço pode ser mais fácil). Aguarde pelo menos 15 a 20 minutos, para tentar evacuar. Pelo contrário, se tem hemorróidas não esteja muito tempo sentado na sanita. A melhor postura é sentado na sanita com os pés levantados um palmo acima do chão; poderá colocar um caixote ou uma caixa de sapatos.
  • Faça exercício físico com frequência (caminhar, andar de bicicleta, nadar).
  • Não tome laxantes ou clisteres frequentemente. Se os usou durante muito tempo terá que habituar o seu intestino a funcionar sem eles. Se for o seu caso, seja paciente, os seus intestinos poderão necessitar de muitos meses para voltar à normalidade.
  • Não tome medicamentos por sua própria iniciativa. Alguns deles podem provocar obstipação.

 

 

Quando consultar o seu médico de família?

 

  • Se a obstipação surgiu só agora ou é fora do que é habitual para si.
  • Se não melhorou apesar de seguir as medidas recomendadas pelo seu médico.
  • Se se trata de lactentes, crianças ou grávidas.
  • Se além de obstipação tem dores abdominais intensas, vómitos, ou febre.
  • Se está a perder peso e não sabe a causa.
  • Se vir sangue nas fezes.

 

 

Excerto do Guia Prático de Saúde - da semFYC (Sociedad Española de Medicina de Familia y Comunitaria)

Traduzido e adaptado pela APMGF (Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar), julho 2013.