Pesquisa

Bronquite crónica. Enfisema

 

A Bronquite Crónica é uma doença que consiste na inflamação permanente dos brônquios. Esta inflamação produz muco, dificultando a chegada de ar aos pulmões.

 

O doente com Bronquite Crónica pode ter apenas tosse e expetoração durante vários meses ao ano. Mas, com a progressão da doença, também pode ter dificuldade em respirar (fadiga ou dispneia), que aparece com esforços cada vez menores.

 

O Enfisema é, também, uma doença crónica, em que a pouco e pouco os pulmões se vão destruindo e a respiração se vai tornando cada vez mais difícil. Assim, o seu sintoma principal é a dispneia ou dificuldade em respirar.

 

O tabaco é a causa principal destas duas doenças. A probabilidade de desenvolver uma delas é tanto maior quanto mais cigarros fumar e durante mais tempo o fizer.

 

Bronquite crónica. Enfisema

 

 

O que deve fazer?

 

  • Se tem estes sintomas ou se apenas está preocupado por ser fumador, consulte o seu médico. Em qualquer dos casos:
  • O melhor tratamento é NÃO FUMAR. Os seus pulmões funcionarão melhor.
  • Não permaneça em ambientes cheios de fumo e evite locais com poeira.
  • Evite o frio e as mudanças bruscas de temperatura.
  • Cuidado com ambientes secos, devido ao aquecimento ou ao ar condicionado (utilize humidificadores ou coloque recipientes com água).
  • Cumpra o tratamento prescrito pelo seu médico (sejam inaladores ou sprays, aprenda a utilizá-los bem). Leve sempre consigo o inalador de SOS, que é aquele que o ajudará se tiver mais dificuldade respiratória.
  • Pode necessitar, por vezes, de antibióticos, mas não tome nenhum medicamento que não seja receitado pelo seu médico, mesmo que seja com o objetivo de acalmar a tosse.
  • Mantenha o peso adequado.
  • Evite o excesso de álcool. Não beba mais do que um copo de vinho ou de cerveja à refeição. Procure não beber à noite.
  • Beba água, pelo menos 1,5 l por dia. As infusões quentes também o ajudarão a expetorar.
  • Mantenha-se ativo. Caminhe todos os dias, de acordo com as suas possibilidades.
  • Vacine-se todos os anos contra a gripe.
  • O seu médico avaliará a necessidade de fazer outras vacinas, como a Vacina Anti-Pneumocócica (Pneumo23) ou a necessidade de fazer Cinesiterapia Respiratória.
  • Numa fase mais adiantada da doença pode necessitar de oxigénio, que nesse caso o ajudará a respirar melhor.
  • Se sente dificuldade a tomar banho, faça-o sentado. Coloque um apoio na banheira ou no duche. Peça ajuda aos seus familiares.
  • Use roupa cómoda e folgada. Evite cintos e faixas que comprimam o tórax.

 

 

O que fazer se aumentar a dispneia?

 

  • Tome a sua medicação conforme prescrição médica.
  • Mantenha-se calmo e em casa. Descanse sentado e um pouco inclinado para a frente.
  • Se tem oxigénio, utilize-o durante todo o dia. Não aumente o número de litros por minuto prescrito pelo seu Médico.

 

 

Quando consultar o seu médico de família?

 

  • Se aumentar a dificuldade em respirar.
  • No caso de ter febre ou se a expetoração mudar de cor (para amarelo ou verde). Também se as secreções se tornarem mais espessas ou difíceis de expetorar.
  • Se aparecerem edemas (inchaço) nas pernas.
  • Se começar a ter mais sonolência durante o dia.

 

 

Excerto do Guia Prático de Saúde - da semFYC (Sociedad Española de Medicina de Familia y Comunitaria)

Traduzido e adaptado pela APMGF (Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar), julho 2013.