Pesquisa

Atividades preventivas específicas da mulher

 

As atividades preventivas são medidas simples que permitem manter bons níveis de saúde, evitar algumas doenças e detetar problemas de saúde quando estão a começar.

 

O que deve fazer?

 

Para evitar uma gravidez não desejada

 

  • Utilize um método contracetivo. Eleja o que melhor se adapte às suas necessidades. Se usar preservativo também será menos provável que sofra de doenças que se transmitem através das relações sexuais, incluindo a Sida.
  • Outros métodos muito seguros são os contracetivos hormonais, sob a forma de comprimidos, adesivos, anéis, implantes e o DIU (dispositivo intrauterino).
  • Se em algum momento tiver tido relações sem proteção, lembre-se que a «pílula do dia seguinte» pode ajudá-la a evitar uma gravidez. Tome os 2 comprimidos em dose única o quanto antes, já que só é útil até às 72 horas após a relação. Repita a dose 12 horas depois, conforme indicação do seu médico, enfermeiro ou farmacêutico. Só deve usá-la como método de emergência, nunca de forma habitual.

 

Certifique-se de que está vacinada contra a rubéola

 

  • A maioria das pessoas tem defesas contra a rubéola por ter tido a doença ou por estarem vacinadas. Se não se recorda de ter tido rubéola e/ou não está vacinada, deve dizer ao seu médico, sobretudo se quer engravidar.
  • Se evitar a rubéola durante a gravidez, evitará abortos e que o seu bebé possa nascer com deformações. Uma vez vacinada, espere 3 meses antes de engravidar, para que a vacina seja eficaz, sem afetar a gravidez.

 

Para detetar a tempo o cancro de mama

 

  • O cancro de mama é frequente e responde melhor ao tratamento quando está em fase inicial, por isso é importante um diagnóstico precoce;
  • Em alguns casos é hereditário, pelo que deve informar o seu médico de família se a sua mãe e/ou irmãs tiveram cancro de mama;
  • Deve realizar uma mamografia a cada 2 anos a partir dos 50 anos até aos 70 anos.

 

Para prevenir o cancro do colo do útero

 

  • O colo do útero é a zona de união entre o útero e a vagina. O cancro nesta região é mais frequente em mulheres que tenham tido relações sexuais desde muito jovens ou com muitos parceiros diferentes;
  • Utilize preservativo para evitar as infeções vaginais;
  • Faça uma citologia do colo do útero aos 25 anos, se já tiver tido relações sexuais e repita anualmente. Se for normal 2 anos seguidos, deve repetir cada 3 anos até aos 65 anos.

 

Para prevenir o cancro do endométrio

 

  • Consulte o seu médico perante qualquer sangramento vaginal após a menopausa, já que em alguns casos pode ser um sintoma de cancro do endométrio.

 

Quando consultar o seu médico de família?

 

  • Se tem 50 anos ou mais, para realizar uma mamografia;
  • Aos 25 anos, se já tiver tido relações sexuais, para realizar uma citologia do colo do útero;
  • Se nota algum caroço nos seios;
  • Se apresenta sangramento vaginal depois da menopausa;
  • Se apresenta dor abdominal inferior persistente.

 

 

Excerto do Guia Prático de Saúde - da semFYC (Sociedad Española de Medicina de Familia y Comunitaria)

Traduzido e adaptado pela APMGF (Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar), julho 2013.