Pesquisa

Atividades preventivas nos idosos e prevenção de quedas

 

O modo como escolhe viver é importante para a sua saúde.

 

Algumas indicações podem ajudá-lo a manter-se saudável e evitar doenças ou permitir que estas sejam de menor gravidade.

 

O objetivo é aumentar os anos de vida ativa, com qualidade e autonomia.

 

Nas pessoas idosas as quedas são frequentes e por vezes graves. Muitas quedas poderiam ser evitadas apenas com a alteração de alguns aspetos da sua vida diária.

 

O que deve fazer?

 

  • Não fume.
  • Se ingere bebidas com álcool, beba com moderação.
  • Uma alimentação correta melhora a sua saúde. Siga uma dieta equilibrada, variada e com que se sinta bem. As frutas, verduras, cereais e legumes são alimentos muito saudáveis.
  • Beba 1,5 l de água por dia.
  • A atividade física é boa em qualquer idade. Faça exercício durante 30-45 minutos pelo menos 3-4 vezes por semana. Os mais adequados são caminhar, nadar, dançar, ou andar de bicicleta. Evite cansar-se excessivamente ou chegar a ter sensação de falta de ar quando pratica exercício físico.
  • Vacine-se. As vacinas são importantes para evitar algumas doenças. É aconselhável vacinar-se todos os anos contra a gripe, uma vez na vida contra o pneumococo e cada 10 anos contra o tétano e difteria.
  • Não se automedique. Os medicamentos são úteis, mas por vezes podem causar problemas. Tome apenas medicamentos receitados pelo seu médico.
  • Se é mulher e faz muitos anos desde que fez uma observação ginecológica, deveria fazer pelo menos uma revisão.

 

Prevenção das quedas

 

  • Melhore o seu estado físico. Lembre-se de fazer exercício.
  • Evite dentro do possível o uso de fármacos para dormir ou tranquilizantes.
  • Use uma bengala ou andarilho se tiver problemas em andar.
  • Cuide bem dos seus pés. Use calçado de salto baixo e sola de borracha que não escorrega. Evite os sapatos abertos no calcanhar.
  • Torne o seu lar mais seguro:
    • Ilumine bem sua casa, especialmente os corredores e escadas.
    • Retire dos corredores os fios elétricos, móveis, enfeites, etc., que dificultem a passagem.
    • Evite o chão escorregadio. Retire os tapetes ou pregue-os bem ao chão.
    • Instale barras de apoio na casa de banho, banheira, ou duche. Coloque um tapete anti-derrapante na banheira.
    • Na cozinha, tudo deve estar ao seu alcance; evite ter que subir cadeiras ou escadotes.
    • Ao subir e descer escadas utilize sempre o corrimão.
      • Não se levante da cama bruscamente: permaneça sentado alguns minutos antes de pôr-se de pé.
      • Não suba a escadotes.

 

Quando consultar o seu médico de família?

 

  • Se alguma vez tiver caído.
  • Para controlar periodicamente as suas doenças crónicas (hipertensão arterial, diabetes, etc.).
  • Se tiver dificuldades em deixar de fumar.
  • Para avaliar o tipo de exercício mais adequado para si.
  • Para rever os medicamentos que toma.
  • Para avaliar se tem dificuldade em ver.
  • Para esclarecer as suas dúvidas.

 

 

Excerto do Guia Prático de Saúde - da semFYC (Sociedad Española de Medicina de Familia y Comunitaria)

Traduzido e adaptado pela APMGF (Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar), julho 2013.