Pesquisa

Fibromialgia

 

A fibromialgia é uma doença crónica que origina cansaço generalizado e dor nos músculos e articulações de múltiplos locais do corpo (figura 1).

 

Por vezes também pode causar rigidez, formigueiros, sensação de inchaço nas mãos e pés, dor de cabeça, dores menstruais, mal-estar digestivo, boca seca, ansiedade, depressão e perturbações do sono.

 

Não tem uma causa conhecida e os sintomas podem aparecer e desaparecer, dependendo do estado de humor ou grau de ansiedade.

 

As análises de sangue e as radiografias são normais e servem para excluir que haja outras doenças.

 

Não existe um tratamento para a cura definitiva desta doença, mas tem de saber que não representa uma ameaça para a vida, não causa deformidades, nem o deixará inválido.

 

Fibromialgia

Figura 1

 

 

O que deve fazer?

 

  • Conheça a sua doença e colabore e confie nos seus médicos. É essencial e imprescindível para conseguir um bom resultado com o tratamento.
  • O exercício físico é fundamental. Não é necesssário fazer exercícios especiais nem sofisticados. É suficiente o andar e dançar. A natação, os exercícios na água ou em bicicleta estática também são uma boa alternativa.
  • Inicie pouco a pouco: primeiro 5 minutos por dia e depois vá aumentando o tempo do exercício em cada dia que passa.
  • Quando estiver melhor e já caminhar 30 a 60 minutos por dia, pode tentar uma atividade mais intensa. Um pouco de dor nos músculos depois do exercício é normal, mas uma dor muito forte pode ser sinal de que fez demasiado esforço muscular.
  • Para que o exercício o possa ajudar, tem de ser feito regularmente. Assim diminuirá a sua dor e poderá dormir bem durante a noite. Em algumas pessoas, o exercício faz com que a dor desapareça completamente. O importante é que inicie o exercício e que não deixe de o fazer.
  • Evite os fatores que sobrecarreguem ossos e músculos, como a obesidade e o excesso de peso.
  • Tenha uma atitude positiva. Como em todas as doenças crónicas, é fundamental uma atitude positiva perante as atividades de cada dia. Valorize sempre o que consegue e não desanime pelo que não consegue fazer.
  • Mantenha uma atividade constante todos os dias.
  • Pode ser útil aprender técnicas de relaxamento muscular ou exercícios de respiração.
  • Evite as substâncias que causam problemas para dormir, como o álcool e o café.
  • Em caso de dor pode utilizar o calor local (almofada elétrica, duches ou sacos de água quente) ou massagens com jatos de água.
  • Em alguns casos,o seu médico pode indicar-lhe certos medicamentos. Siga as suas recomendações corretamente. Os anti-inflamatórios ou relaxantes musculares e em certas ocasiões os antidepressivos podem melhorar os sintomas.
  • Se tiver problemas de sono ou depressão, informe-se de que medidas o podem ajudar. A medicação pode melhorar os problemas de insónia ou depressão grave.

 

Fibromialgia

 

 

Quando consultar o seu médico de família?

 

  • Se piorar dos sintomas (depressão, dores intensas, insónia).
  • Se tiver problemas com o tratamento.

 

 

Excerto do Guia Prático de Saúde - da semFYC (Sociedad Española de Medicina de Familia y Comunitaria)

Traduzido e adaptado pela APMGF (Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar), julho 2013.