Pesquisa

Gravidez. Conselhos gerais

 

A gravidez é um acontecimento normal na vida da mulher. No entanto, provoca alterações no seu corpo que deve conhecer.

 

 

O que deve fazer?

 

  • Náuseas e vómitos. São mais frequentes pela manhã e nos primeiros meses de gravidez. Diminuem se comer em pequenas quantidades e com frequência. Coma alimentos com pouca gordura.
  • Cansaço. É habitual no fim da gravidez, como consequência do aumento de peso. Descanse com frequência.
  • Obstipação. Beba líquidos e coma alimentos ricos em fibras (verduras e frutas).
  • Hemorróidas. Evite a obstipação. E tome banhos de assento.
  • Aumento da vontade de urinar. Sobretudo no fim da gravidez. É devido à pressão que o bebé exerce sobre a bexiga.
  • Varizes. Evite as roupas que pressionam o abdómen ou as pernas. Caminhe diariamente e descanse com as pernas elevadas. Evite estar de pé durante muito tempo.
  • Alterações de humor. São habituais ao longo da gravidez. No princípio é frequente alguma preocupação ou inquietude. Estas alterações de humor irão desaparecer pouco a pouco, em especial quando começar a sentir os movimentos do seu filho.
  • Alterações da pele. Podem aparecer linhas arroxeadas e largas na pele do abdómen (estrias). Não existe nenhum produto que as evite; utilize creme hidratante, assegurando-se de que não contém outros componentes, como estrogéneos ou corticóides. É frequente o aparecimento de zonas mais escuras ou cloasma ao redor da boca, na fronte (pano), nos mamilos e na linha que une o umbigo aos genitais. Só desaparecem após o parto.
  • Ardor de estômago. Coma pequenas quantidades de alimentos com frequência, em vez de comer muita quantidade em poucas vezes. Não se deite antes de decorridas 2 horas após a refeição.
  • Sangramento das gengivas. Visite o dentista durante a gravidez e mantenha a higiene e a escovagem adequadas.
  • Aumento da quantidade de fluido vaginal. É normal, desde que sem sangue e sem desconforto. Pode ter relações sexuais. Procure posições cómodas, sobretudo na segunda metade da gravidez, por exemplo, deitados de lado.
  • Edema (retenção de líquidos). Pode ser mais evidente nos tornozelos e nas mãos; descanse elevando as pernas e durma de lado.
  • As drogas, o álcool e o tabaco prejudicam a sua saúde e a do seu filho; aproveite a oportunidade para abandonar estes hábitos.
  • Se viajar, ponha o cinto de segurança.

 

 

Quando consultar o seu médico de família?

 

  • Se sangra pela vagina.
  • Se apresenta dor abdominal intensa e contínua.
  • Se tem inflamação importante e aguda da face, mãos e pés.
  • Se apresenta:
    • Dores de cabeça persistentes.
    • Náuseas e vómitos intensos.
    • Náuseas intensas ou alterações da visão.
    • Febre.
    • Ardor ao urinar.
  • Se depois do 5º mês de gravidez o bebé deixa de se mexer.
  • Antes de tomar qualquer medicamento.
  • Se apresenta tristeza exagerada ou mantida ou se tem ansiedade.
  • Se é vítima de maus tratos.

 

 

Excerto do Guia Prático de Saúde - da semFYC (Sociedad Española de Medicina de Familia y Comunitaria)

Traduzido e adaptado pela APMGF (Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar), julho 2013.