Pesquisa

Administração subcutânea de medicamentos: insulina, glucagon e heparina

 

 

Existem várias formas para administrar os medicamentos: oral, retal, cutânea (sobre a pele), intra-nasal, intravenosa, intramuscular e subcutânea.

 

O tecido subcutâneo é a zona compreendida entre a parte mais externa da pele denominada derme e a zona interna, onde se encontram os músculos.

 

Há fármacos que só se podem administrar por via subcutânea pela dificuldade de conseguir os mesmos efeitos administrando-os por outra via mais cómoda; isto acontece com a insulina, o glucagon e a heparina.

 

 

O que deve fazer?

 

A técnica da injeção é importante para o êxito do tratamento.

 

O melhor método para injetar corretamente na zona subcutânea é:

 

  • Lave as mãos.
  • Role a seringa ou caneta entre as palmas das mãos sem agitar com força.
  • Eleja o local de injeção. Limpe a pele com água e sabão e seque-a bem seguidamente.
  • Retire a tampa da agulha.
  • Ajuste a dose de insulina.
  • Pegue numa prega de pele:
    • para a heparina: no abdómen (a zona anterior e lateral da cintura do abdómen, alternando o lado direito e o esquerdo).
    • para a insulina: a zona de injeção deve ir variando periodicamente. Esta variação chama-se rotação e consiste em ir utilizando de forma rotatória coxas, nádegas, abdómen e braços. Se não se fizer assim podem formar-se nódulos na pele. Estes nódulos, para além de incomodarem e serem inestéticos, diminuem o efeito do medicamento. A zona de maior absorção é o abdómen. As injeções nos braços não se aconselham a não ser que sejam feitas por outra pessoa, que deve fazer a prega.
    • para o glucagon: em caso de urgência qualquer zona mole é correta. Em geral, são as mesmas zonas que a insulina.
  • Introduza a agulha:
    • se a espessura da pele ou a prega o permitir, introduz-se perpendicularmente (figura 1).
    • em caso de pessoas magras, ou injetar em zonas onde a espessura da pele não o permite, ou que não se use a prega, faça uma ligeira inclinação entre 45 e 60º (figura 2).
  • Injete a medicação. Em caso de insulina mantenha pressionada a caneta uns 5 segundos antes de retirar a agulha.
  • Não solte a prega até ter introduzido toda a medicação que está dentro da seringa.
  • Retire a agulha.
  • Aplique uma pressão suave sobre a zona de injeção durante uns segundos, sem massajar a zona.
  • Deite fora a agulha, quando estiver romba, num local seguro e fora do alcance das crianças.

 

 

Quando consultar o seu médico de família?

 

  • Em caso de dúvidas com a técnica.
  • Em caso de reações alérgicas.

 

 

Excerto do Guia Prático de Saúde - da semFYC (Sociedad Española de Medicina de Familia y Comunitaria)

Traduzido e adaptado pela APMGF (Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar), julho 2013.