Pesquisa

Como fazer o autoexame do testículo?

 

 

O que é?

 

O autoexame do testículo consiste na observação e palpação periódica dos testículos, realizada por si próprio, permite conhecer melhor essa zona do seu corpo.

 

Se detetar alguma alteração deve comunicar ao seu médico.

 

Esta neoplasia sólida é a mais frequente no homem entre os 15 e os 40 anos.

 

 

Quando deve ser feito?

 

Este autoexame deve ser feito uma vez por mês, a partir dos 15 anos, logo após o banho, uma vez que a pele do escroto se encontra relaxada e permite melhor a palpação.

 

Esta auto palpação periódica dos testículos permite detetar, precocemente, esta neoplasia numa fase com possibilidade de cura superior a 90%.

 

 

Como palpar?

 

  • Examine cada testículo com ambas as mãos.
  • O dedo indicador e o dedo médio devem ser posicionados sob o testículo, para formar uma pinça e com o polegar na frente role, delicadamente, o testículo entre os dedos durante 30 segundos.

 

 

Como deve observar?

 

  • Coloque-se em frente do espelho e verifique se existem alterações na pele do escroto ou na região das virilhas; se tem líquido, sensação de desconforto ou de peso.
  • Examine o epidídimo que se localiza na parte lateral do testículo.
  • Em seguida, examine o canal deferente, que se localiza acima do epidídimo, e tem a forma de um tubo firme, duro e móvel.
  • Examine cada testículo em separado.
  • O seu autoexame demora 3 minutos.

 

 

Sinais de alerta de tumor do testículo

 

  • Palpação de um nódulo duro
  • Aumento de tamanho
  • Sensação de peso no escroto

 

 

Se encontrar alguma alteração consulte o seu médico de família

 

 

Fonte

 

  • Centro de Referência Carcinoma do Testículo
  • Centro Hospitalar Universitário do Porto
  • Instituto Português de Oncologia do Porto
  • Associação CADO - Centro de Apoio ao Doente Oncológico do Centro Hospitalar do Porto
  • Associação de Estudantes do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar